A Newsweek especificou os seis erros prejudiciais aos dentes que as pessoas cometem regularmente:

  • Cafezinhos freqüentes: os americanos, especialmente aqueles que trabalham em escritórios, têm tendência em “beliscar” durante o dia. O consumo de carboidratos, principalmente açúcares, ativa a bactéria produtora de ácido que vive na superfície dental, produzindo a cárie dentária.
  • Sobremesa sem jantar: muitas pessoas comem doces e bolos como petiscos, ao invés de fazê-lo após as refeições. Se você não tem força de vontade para cortar doces e refrigerantes da sua dieta, o artigo sugere que você os consuma como parte da refeição principal, quando a bactéria causadora da cárie dentária já está em atividade. Dessa forma, você limita a exposição das bactérias aos horários das refeições, ao invés de mantê-las ativas.
  • Carência de água: uma das melhores horas para se beber água é após as refeições. Isso irá “lavar” os resíduos de comida e bactérias, limpando a boca.
  • Doces duros: se você adora guloseimas mascáveis ou pegajosas, ou ainda pipoca e gelo, tenha cuidado. Essas estão entre as melhores maneiras de levar as bactérias para um ponto de difícil higienização ou até quebrar um dente.
  • Aversão a alimentos: evitar frutas e legumes traz conseqüências à boca. Eles contêm vitaminas que são importantes para as gengivas e previnem infecções que podem levar a gengiva a inflamar ou sangrar. Segundo o dr. Messina, o efeito da má nutrição sobre as gengivas pode ser notado quase que imediatamente.
  • Goma de Mascar: se você não consegue resistir a uma goma de mascar com açúcar, tente um pouco mais. Mascar gomas sem açúcar tem uma série de benefícios, inclusive o aumento da produção de saliva, que é o mecanismo natural do corpo para lavar a boca e neutralizar os ácidos.

© 2016 Associação Dental Americana.